Palavra do dia

"Eis que DEUS é meu ajudador, o SENHOR é quem me sustenta a vida." (SALMO 54:4)


quarta-feira, 30 de abril de 2014

ESTADOS UNIDOS QUEREM SE ALIAR AO VATICANO



Hillary Clinton orientou embaixadores e diplomatas a se manterem informados quanto a governo pontifício

Os Estados Unidos têm interesse em ser um aliado do Vaticano, de acordo com documentos revelados pelo site WikiLeaks e antecipados nesta quinta-feira pela revista italiana L’Espresso. Segundo os documentos, a secretária de Estado americana Hillary Clinton teria orientado os embaixadores e diplomatas do país a criarem uma página na Internet para acompanhar as novidades do governo pontifício. "O Vaticano pode ser uma potência aliada ou um inimigo ocasional. Devemos fazê-lo ver que a nossa política pode ajudá-lo a avançar em muitos princípios”, orientou o Departamento de Estado.
Os relatórios, que serão publicados na sexta-feira pela revista, informam que os Estados Unidos consideram o Vaticano um modelo a ser estudado com atenção. "Trata-se de uma armada impressionante: 400 mil sacerdotes, 750 madres, cinco mil monges e frades, relações diplomáticas com 177 países, três milhões de escolas, cinco mil hospitais, braço operativo da Caritas com 165 mil voluntários e dependentes que prestam assistência a 24 milhões de pessoas", afirmam os documentos.
O Departamento de Estado americano ainda apontou que a relação do país com o governo pontifício deve ser construída com cuidado.”Tudo depende da relação que possamos construir: devemos trabalhar juntos quando as nossas posições são complementares, assegurando que a nossa linha seja compreendida quando são divergentes", dizem os textos.

(Veja)

NÃO SOMOS TODOS MACACOS, SOMOS FILHOS DE DEUS


O episódio envolvendo o lateral Daniel Alves foi a gota d’água para o início de uma mobilização mundial. Desde então, “somos todos macacos”, uma ideia do estafe de Neymar em parceria com a agência de publicidade Loducca ganhou as redes sociais e o apoio até mesmo da presidente Dilma Rousseff [embora haja quem desconfie de tudo isso]. Tudo começou quando Neymar viveu os primeiros casos de racismo na Espanha ao lado do companheiro Daniel Alves; no jogo do Barcelona diante do Espanyol, em março, gritos de macaco foram direcionados aos dois brasileiros e uma banana foi arremessada em campo; pouco mais de um mês depois, na derrota para o Granada, o camisa 11 sofreu ofensas racistas quando deixou o ônibus da equipe no Camp Nou. Guga Ketzer, sócio e vice-presidente de criação da agência Loducca, explica que o movimento surgiu para tirar a força da palavra do agressor preconceituoso. “Como quando somos crianças e sofremos com um apelido. Se você se incomodar muito ele com certeza vai pegar. Por isso a nossa ideia era de não fugir da briga, de encarar a polêmica e engolir o problema.” De acordo com o publicitário, “somos todos macacos” não é uma campanha, mas sim um movimento.

“Estamos sempre em contato com a equipe do Neymar e já vínhamos planejando algum tipo de manifestação. Pensamos nessa ideia, mas não era para sair agora, estávamos esperando otiming certo. E aconteceu agora com o caso do Dani Alves.” O gesto do lateral brasileiro, que comeu uma banana atirada por torcedores do Villarreal dentro de campo no último domingo (28), vem repercutindo nas redes sociais com a hashtag #somostodosmacacos. Em sua conta no Instagram, Dani Alves mandou o seguinte recado logo depois do ocorrido: “Meu pai sempre me falava: filho, coma banana que evita cãibras. Como adivinharam isso? Hahaha.”

Já nesta segunda-feira (28), publicou: “Meu Brasil brasileiro, verde, amarelo, preto, branco e vermelho. Somos um povo alegre com samba no pé e é com alegria e ousadia que a gente tem que se manifestar. Olha a banana, olha o bananeiro... Sou baiano, sou brasileiro... Estamos mais fortes do que nunca, o sorriso é a nossa proteção, a musica é a nossa espada... Nos vemos na Copa... Estamos juntos! #deusnocomando #somostodosmacacos #danidobrasil #amadajuazeiro.”



Nota Do Jornalista e Teólogo Michelson Borges:

"Toda e qualquer reação contra o absurdo do racismo é muito bem-vinda, no entanto, essa campanha #somostodosmacacos guarda certa sutileza evolucionista (ainda que talvez Neymar nem tenha se dado conta disso). Na verdade, não somos todos macacos. Ninguém é macaco e somos muito mais do que isso: somos a imagem e semelhança de Deus, o que nos torna qualitativamente superiores aos animais. Na visão criacionista, somos todos criaturas de Deus (Isaías 64:8) e, justamente por isso, iguais, apesar da diversidade étnica. Somos descendentes de um mesmo casal, Adão e Eva, o que nos torna irmãos (Atos 17:26). A cosmovisão criacionista, se aceita, seria a solução para qualquer tipo de racismo, pois aponta para uma mesma origem humana e não considera ninguém mais ou menos “evoluído” do que qualquer outra pessoa. Darwin, em seu livro menos conhecido, The Descent of Man, é que dá margem para pensamentos racistas. Ao “assumir” que somos todos macacos, estamos, na verdade, aceitando o “rebaixamento” à condição de animais, o que faz parte da pregação evolucionista. Essa campanha seria bem melhor se usasse como hashtag #SomosTodosCriadosPorDeus. É isso o que nos dá valor ontológico. É isso o que nos torna realmente iguais. É isso o que torna o racismo um absurdo."

sábado, 26 de abril de 2014

ESPECIAL-MAÇONARIA E ILUMINATI, TUDO O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE ESTA SOCIEDADE SECRETA

PROGRAMA ESPECIAL NA MIRA DA VERDADE  ABORDA O TEMA: "Maçonaria e Iluminati" VÍDEO MUITO INTERESSANTE E EDIFICANTE, VALE MUITO A PENA ASSISTIR.


sexta-feira, 25 de abril de 2014

BAIXE JÁ O APLICATIVO ANDROID PARA SEU SAMART FONE OU TABLET E OUÇA A RÁDIO NOVO TEMPO PERNAMBUCO EM QUALQUER LUGAR


A Rádio Novo Tempo Pernambuco está com mais uma novidade para você! Aplicativo para android exclusivo. Isso mesmo! 
Agora você pode ouvir a rádio diretamente no seu celular ou tablet com o nosso aplicativo personalizado, basta você acessar o Google Play do seu android e digitar na caixa de busca: RÁDIO NOVO TEMPO PE, instale o aplicativo no seu android e ouça a Rádio Novo Tempo Pernambuco diretamente no seu celular em qualquer lugar.

Rádio Novo Tempo Pernambuco, transmitindo Jesus Pra Você!

Visite nossa página de Download e veja mais aplicativos disponíveis.

PALAVRA "DEUS" É PROIBIDA NOS FILMES DA DISNEY, AFIRMAM COMPOSITORES DE Let It Go


Robert Lopez e Kristen Anderson-Lopez, compositores da música principal de Frozen, Let It Go, vencedora do Oscar de melhor canção neste ano, revelaram que a palavra "Deus" foi banida dos filmes da Disney. As informações são do jornal The Guardian.
Em entrevista à britânica National Public Radio, os dois falaram sobre as restrições da Disney. "Uma das únicas áreas em que você tem de estabelecer limites é com coisas religiosas. A palavra 'Deus' pode ser falada no ambiente de trabalho da Disney, mas não pode colocá-la em um filme", disse Lopez.
Os dois contaram que tiveram a ideia da canção enquanto andavam pelo Prospect Park, em Nova York. Eles ficaram tão empolgados com a música que sentaram em uma mesa de piquenique para trabalhar em cima dela. Ela levou um dia e meio para ficar pronta.
Nota: Já era de se esperar, pois grande maioria dos desenhos da Disney sempre apresentam mensagens ocultas, veja a matéria: Disney e Seus Desenhos Sublimares e Pornográficos [WO]

quinta-feira, 24 de abril de 2014

A VANTAGEM DO ESTILO DE VIDA ADVENTISTA



Aos amigos adventistas, uma grande e boa notícia: atualmente, na área de saúde, há um número crescente de pesquisas científicas correlacionando religiosidade/espiritualidade com saúde/longevidade saudável. Isso está acontecendo em todas as áreas de uns anos pra cá, inclusive na minha: nefrologia. Metanálises (coletânea de diversos estudos com resultados impactantes sobre determinado assunto) têm sido publicadas ao redor do mundo e duas chamam a atenção: essas metanálises concluíram que mencionar, pregar ou confortar o doente dialítico (pessoa portadora de doença renal crônica em tratamento por diálise) com palavras da Bíblia ou com assuntos relacionados a Deus é, em termos estatísticos, tão bom ou melhor do que o médico dar ou prescrever um remédio para baixar a pressão arterial ou para controlar o colesterol. O assunto é tão sério e os resultados tão impactantes que ele mereceu um capítulo inteiro no livro Atualidades em Nefrologia Número 12 (a última edição), com apoio da Sociedade Brasileira de Nefrologia.

Particularmente, os adventistas do sétimo dia já são estudados há mais de quatro décadas em relação ao impacto em saúde global, mas nunca foram tão estudados como nos últimos dez anos, inclusive no Brasil. Qual o impacto que tem o estilo de vida adventista na saúde individual e coletiva? Qual o principal exemplo que a sociedade deve tirar do estilo de vida adventista para o aprimoramento em saúde? Esses são alguns dos muitos enfoques dos artigos científicos que estão sendo publicados pelo mundo afora, inclusive aqui no Brasil. 

O mais recente artigo científico brasileiro de grande significado estatístico foi publicado pela sociedade brasileira de cardiologia em 2012, sob o título “Prevalência de hipertensão arterial em adventistas do sétimo dia da capital e do interior paulista” (para ler o artigo, clique aqui). O resultado, mais uma vez, foi favorável ao estilo de vida adventista em relação à população em geral.

Os adventistas justificam seu estilo da vida na Bíblia, pois consideram a saúde como integral, sendo corpo, mente e espírito interdependentes, uma vez que estão diretamente relacionados e são indissolúveis. Somos alma vivente, conforme o Gênesis.

Os adventistas seguem, também, as orientações da profetisa Ellen White, que escreveu diversos livros e orientações acerca de saúde e de um bom estilo de vida, sempre com base nas orientações bíblicas. Esses escritos, com mais de cem anos, são atualíssimos e seu conteúdo têm sido positivamente confirmado, ano após ano, pela ciência.

Atualmente, podemos dizer que a ciência está descobrindo a Bíblia, aos poucos, e os adventistas do sétimo dia, sob a égide da Bíblia, têm contribuído para essas boas e reconfortantes “descobertas”, sem a manifestação de qualquer tipo de orgulho (muito menos do atualmente bastante citado “orgulho santo”, que considero forçado, para não dizer demagogo, e até sutilmente satânico).

De tudo, podemos concluir que a palavra de Deus é eterna, verdadeira, transcendental e atemporal. Deus nos chama à missão de saúde integral, pois faz parte da missão que o Senhor nos confiou, sempre com o único objetivo de estarmos preparados, em boa ou perfeita saúde, para adorarmos nosso Criador em plenitude.

(Dr. Mário Lobato, médico nefrologista)

(Criacionismo)

terça-feira, 22 de abril de 2014

IGREJA CLUBE Versus IGREJA PERSEGUIDA


[Texto do Jornalista e Teólogo Michelson Borges]

“Minha casa será chamada casa de oração para todos os povos” (Isaías 56:7). Esse foi um dos versos bíblicos lidos ontem no projeto Reavivados por Sua Palavra (#rpsp), e que me colocou para pensar em duas situações contrastantes. Recentemente, estive em uma igreja e, enquanto aguardava numa antessala o momento de assumir o púlpito e pregar, um jovem (não era um adolescente), sentado ao meu lado, jogava em seusmartphone. Era sábado e ele estava dentro da igreja. Infelizmente, essa não é uma situação isolada. Cada vez mais e mais pessoas, crianças e adultos, perdem a noção de que a igreja é casa de oração e de que ali Deus vem para encontrar Seus adoradores. Assistimos ao surgimento de uma geração irreverente, desconectada de Deus e cada vez mais conectada ao mundo virtual. Vivemos num país de tantas facilidades... Podemos cultuar a Deus em paz em nossas igrejas. Temos acesso fácil à Bíblia. Podemos comprar nossas lições da Escola Sabatina. Podemos com liberdade distribuir livros de casa em casa e transmitir nossos programas no rádio e na TV. Isso tem nos deixado acomodados e nos feito perder o senso da preciosidade que temos. Há pessoas que nem sequer imaginam como é servir a Deus com liberdade.

Ontem conversei um pouco com a jornalista e amiga Fabiana Bertotti, que está morando há alguns meses com o marido em Londres (confira). Perguntei-lhe como estavam as coisas e se eles já haviam se adaptado ao novo país e à nova cultura. A resposta dela me fez pensar no contraste com a nossa situação aqui no Brasil. Ela me escreveu:

“Aqui eles comemoram quando batizam um inglês (entenda-se branco, de pais e avós ingleses). Pra você ter ideia, há um ano e meio reformaram o tanque batismal da Central de Londres... e só inauguraram ontem. Quatro batismos, nenhum inglês. Tudo imigrante. O verdadeiro campo missionário é a Europa... Se bem que o mundo todo é bem diferente do que vemos aí na América do Sul. Estava conversando com o pastor Elbert Kuhn, que está na Mongólia (confira), pois estou num projeto da Associação Geral e estou conhecendo todas as Divisões [adventistas]. É outra vida. Até escrevi um post sobre uma amiga coreana da escola; leia lá no blog... Jesus é ‘alguém’ de quem já ouviram falar... só. Tem hora que dá um desespero, pois você não sabe o que fazer, como fazer... Como que nada funciona, por que tudo é lento? Tenso!

“Entrevistei pessoas para esse projeto que nem entrevista podem dar, pois podem morrer. Vou ter que contar a história do pastor Monteiro [adventista preso por mais de um ano no Togo] de uma forma supermascarada, pois a igreja pode ser fechada lá, dependendo do que se diz. É gente que faz culto escondido, para não ser morto pela milícia, pelos vizinhos, pelo governo.

“Última história: um garoto muçulmano sonhou com batismo, não sabia nada do assunto, descobriu o cristianismo, convenceu a família, que se converteu. Os mulçumanos radicais mataram um filho e ameaçaram matar toda a família. Eles saíram [de seu país], pediram asilo em Londres e vivem aqui protegidos pelo governo. Frequentam uma igreja em que fui dia desses. Vivem escondidos, pois, se os radicais descobrem onde estão, vêm pra matar o resto da família! Fiquei chocada. Isso é fé! O resto é conveniência...”

Fiquei pensando em tudo o que a Fabi me escreveu. Nas facilidades que temos por aqui e nas pessoas que não dão valor a tudo isso. Enquanto alguns entregam a vida por uma Bíblia, outros jogam videogame na igreja. Enquanto alguns suspiram por poder participar de um culto, outros tratam a igreja como um clube. 

Deus tenha misericórdia de todos nós!

segunda-feira, 21 de abril de 2014

COMO PREVER MUDANÇAS NO TEMPO OBSERVANDO APENAS A NATUREZA?

Esqueceu de checar a previsão do tempo e não quer entrar numa fria? Conheça algumas dicas que a própria natureza dá para você não passar aperto.


Olhe para o céu - Cirrus

Nuvens com um aspecto delicado e de cor branca brilhante são os primeiros sinais de que o tempo está esfriando. Normalmente, essa mudança acontecerá nas próximas 24 horas.


Olhe para o céu - Cumulus

São as nuvens com formato de couve-flor, compostas de elementos muito pequenos em forma de grânulos. Quando estão bem grandes, lá no alto, e separadas, são sinônimo de bom tempo.


Olhe para o céu - Stratus

Muito baixas, elas normalmente formam um véu transparente, fino e esbranquiçado, sem ocultar completamente o Sol. Elas são o início do mau tempo. Pode pegar o guarda-chuva.


Olhe para o céu - Nimbus

A palavra significa "nuvem sombria". Não precisa ser especialista para saber que vem pancadaria pela frente. Não perca tempo, a mudança desse estágio para o próximo é bem rápida.


Observe os animais

"Animais sentem mudanças no tempo e na vibração da terra", afirma Alan Rabinowitz, diretor do Zoológico de NY. Pássaros, por exemplo, voam baixo quando vai chover. É que a pressão baixa deixa o ar menos denso, mais difícil de subir. Observe alterações no comportamento dos bichos. Muitas pessoas sobreviveram ao tsunami porque seguiram os elefantes que correram para dentro do continente asiático.











Força na peruca - 1

Cabelo escorrido é indício de chuva tropical. A combinação de temperatura alta e ar úmido pode alongar as madeixas.


Força na peruca - 2

Tempo quente e seco pode encurtar seu cabelo em alguns centímetros. Na maioria das vezes, esse é o sinal de tempo estável.


Força na peruca - 3

Esse look é resultado da combinação entre inverno e ar seco. O arrepio é fruto do acúmulo de átomos com carga elétrica negativa


Acenda uma fogueira - 1

Se a fumaça descer, ventos de origem polar estão chegando e podem esfriar o tempo. Se ela subir, o vento é tropical. Pode fazer calor.


Acenda uma fogueira - 10

O ar normalmente gira no sentido horário - de sul para sudeste. Caso o sentido seja inverso, uma tempestade pode se aproximar.


Agora...

Para saber se o tempo vai melhorar, só mesmo quando o sol aparecer...













EX-TRAFICANTE, DÁ TESTEMUNHO DE SUA CONVERSÃO E FALA DO PODER DA ORAÇÃO INTERCESSORA


Brasília, DF … [ASN] Ao ser apresentado na Igreja Adventista do Guará, no Distrito Federal, a história do motorista Antônio de Souza Filho, 40 anos, surpreende a congregação. Afinal de contas, não é todo dia que se testemunha uma prova viva de oração intercessora como a desse homem, casado, pai de três filhos, e que mora em São Paulo. Por 18 anos, sua mãe orou por sua conversão e, segundo ele mesmo diz, aos olhos humanos era improvável que ele, Tonico, como é mais conhecido, sobrevivesse em meio a uma vida absorvido por drogas, criminalidade e distanciamento de Deus. O ex-traficante e assaltante falou de sua conversão durante o primeiro dia de uma semana especial apresentada pelo consultor Fernando Lux nessa congregação no sábado, 19, à tarde. O programa de mensagens bíblicas e testemunhos vai até o dia 26, mas a reportagem da ASN (Agência Adventista Sul-Americana de Notícias) conseguiu conversar com Tonico rapidamente enquanto ele era levado de volta ao aeroporto para retornar à capital paulista logo após ter dado seu testemunho.
ASN – Sabemos que sua história é bastante longa, mas como foi sua infância, adolescência e juventude?
Tonico – Eu nasci em 1974 em Minas Gerais, mas fui criado em São Paulo capital no Jardim Ângela, o berço da criminalidade. Minha infância foi um tanto sofrida. Fui criado em um berço espírita e meu pai, por ser macumbeiro, achava que o que ele fazia era o certo de nos levar para os centros. Às vezes, eu me embebedava e fui criado ali naquele berço de destruição. Minha mãe era católica e meu pai espírita, então a gente ia nos dois lados. E de repente, um dia, alguém falou para o meu pai sobre Jesus, alguém chamou meu pai e disse que ele tinha de mudar os comportamentos se quisesse ser feliz e próspero. E o meu pai aceitou um estudo bíblico e ele se converteu e, ele se convertendo, levou minha mãe que levou meus irmãos. Mas eu não quis nada com a igreja. Eu muito rebelde, muitas vezes achando despachos de macumba em encruzilhadas, eu me prostrava diante aquilo e comia o frango e bebia as pingas (bebida alcoólica colocada geralmente nessas oferendas) que eu encontrava. Tudo aquilo eu achava que era o certo, que era uma força maior que dominava. Fui crescendo em meio a tudo aquilo e de repente um dia comecei a experimentar drogas. De drogas leves fui indo às pesadas a ponto de que, aos 14 anos, ter sobrevivido a duas overdoses de cocaína. E a vida era assim.. não via perspectiva de um homem próspero e de futuro. Na vida eu só via derrota.
ASN – E você acabou levando você à criminalidade precocemente. Fale um pouco disso e como você se libertou?
Tonico – Fazia parte de uma quadrilha de 80 homens, moleque, ainda novo, participei de vários assaltos, muitas vezes envolvido em muitas mortes mesmo. Muitas famílias sofrendo devido a tudo aquilo. De repente de usuário de drogas eu virei traficante, tinha algumas “bocas” (controlava alguns pontos de vendas de drogas), andava todo arrogante, prepotente, cheio de ouro no pescoço e nos braços, achava que era o dono da razão. E ali, muitas vezes, a Polícia querendo matar. Minha cara passou na televisão, muitas vezes, como procurado. Mas só que nesse meio tempo minha família tinha conhecido a Igreja Adventista e minha mãe e meu pai se empenhavam muito, junto com meus irmãos, em orar por mim. Eu faço parte de uma família de sete irmãos, cinco homens e duas mulheres. Então eles orando muito por mim, pedindo para Deus ter misericórdia. E Deus começou a fazer alguns livramentos a ponto de eu ter tomado tiro e não ter morrido. Alguns acidentes, muita perseguição a ponto de eu ter ido parado em um presídio.
ASN – E depois?
Tonico – Parei em um presídio pequeno, do presídio pequeno fui parar no Carandiru no Pavilhão 9 (foi uma das maiores penitenciárias da América Latina onde ocorreu um massacre de 111 presidiários, em 1999, e Tonico estava ali e foi um dos sobreviventes) e do Pavilhão 9 fui para o Presídio de Segurança Máxima Presidente Venceslau no interior de São Paulo. Ali não tem perspectiva de fugir. Passei coisas piores lá dentro a ponto de guerrear com outros inimigos, mas Deus já estava com o plano Dele traçado para minha vida. Já não era plano de Deus eu morrer sem salvação. E a minha mãe com meus irmãos perseverando na oração. E de repente ali minha mãe me ofereceu uma Bíblia, eu aceitei e eu li essa Bíblia toda em meses, mas não entendia nada porque lia de qualquer jeito. Mas, na segunda vez, minha mãe me instruiu a orar a Deus, a pedir a Deus para me dar uma oportunidade. E eu passei a ler a Bíblia toda de novo; eu li a Bíblia em 1 ano e 7 meses e ali eu comecei a ver que Deus estava mudando meus comportamentos. Porque eu já não usava mais drogas, já tinha parado de usar drogas, já não gostava mais de confusão e era mais reservado. E em um determinado dia, quando eu terminei de ler a Bíblia, eram 6 horas da manhã, quando o guarda abriu a cela ele me falou que minha liberdade tinha chegado. A minha pena estava chegando a 360 anos, então eu não tinha perspectiva de sair antes dos 30 anos (tempo máximo para cumprimento de pena no Brasil). Eu fiquei somente oito anos preso.
Todo mundo pergunta para mim: “como você veio embora?”. Eu digo: “vai perguntar para Deus”, pois eu não tenho explicação para isso não sei explicar como eu saí daquele lugar. Se quiser saber a resposta é se converter a Deus e ver o que Ele faz. Hoje eu estou oito anos dentro da Igreja, a vida transformada, a família transformada, feliz, hoje eu não vivo com luxo, sou um assalariado, mas Deus cada dia me dá minha porção, vivo à base de lutas, mas eu sei o Deus que eu sirvo hoje, que é o Deus da vitória. Pois o deus da derrota ficou para trás. Ele é derrotado desde o início, vai ser até o fim, mas não desiste.
Sou fruto da oração intercessora, durante 18 anos minha mãe orou por mim e intercedeu junto a Deus por mim. Eles prenderam meu corpo, mas não sepultaram minha alma. Cercaram meus passos, mas não corromperam meus sonhos; eles foram apressados em apontar meus erros, mas nunca imaginaram que um dia eu teria êxito; eu sofri, mas a dor me fez crescer. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

ORAR OU REZAR? QUAL A DIFERENÇA? E A ORAÇÃO DO PAI NOSSO?


Se estudarmos a origem latina (rezar em latim é “recito”) da palavra “rezar” vamos descobrir que ela traz um significado de “recitar”, “ler em voz alta”, “apresentar lendo”, “citar”, “pronunciar uma fórmula”, “repetir”, “dizer de cor”. Este estudo da raiz e da significação do termo “rezar” nos mostra que tal palavra se aplica melhor às preces prontas, de autoria de terceiros, que aprendemos e repetimos.

Já o verbo “orar” tem suas raízes no termo latino “oro”, que significa “dizer”, “falar, de onde também se deriva o termo “oral”, ou seja, “dito”, “falado”. Este entendimento se encaixa melhor com as preces na forma de uma fala, uma conversa. Orar é abrir o coração a Deus, como a um amigo.

A partir de textos Bíblicos temos hoje algumas “rezas’ que são praticadas por cristãos que fazem destes textos suas preces, como por exemplo os salmos 91, 23, etc. Entretanto não há nenhuma ordem bíblica para que se tome tais ou outros textos, decore-os e transforme-os em freqüente oração.


Existe também o que chamamos de “Oração do Pai Nosso”, que é o texto de Mateus 6:9sp-13. Entretanto, não se pode dizer que era intenção de Jesus determinar que seus discípulos praticassem uma reza, como podemos ver no verso sete, através de Sua admoestação “não useis de vãs repetições”. Este termo (“vãs repetições”) não se refere à repetição de um pedido, mas a um murmúrio vazio e preces longas que confundem verbosidade insignificante com piedade.

Quando Jesus disse “Portanto, vós orareis assim:” Ele não estava determinando que se repetisse, sempre e decoradamente, cada palavra da oração modelo que em seguida proferiu. “Orareis assim” quer dizer, orem com este sentido, seguindo estes princípios explicados dos versos 5-8 e conforme esta estrutura e seqüência da oração modelo, redigida nos versos 9-13. A oração modelo ensinada por Jesus seguia um padrão, um “orareis assim”, praticado naquele contexto de cultura religiosa judaica. As orações dos judeus sempre começavam com uma invocação que era seguida de duas seções de petição. A primeira seção continha três pedidos que invocam interesses do céu e a segunda, quatro pedidos quanto aos interesses terrenos próprios. No final, sempre havia uma doxologia.

O “Pai Nosso” se divide em duas partes. Na primeira, após a invocação, há três petições referentes a Deus: ao seu ser, ao seu Reino e à sua vontade. Na segunda parte, as petições são feitas na primeira pessoa do plural ("nós"), pois o cristão ora como membro de uma comunidade de salvos. Ele pede alimento, perdão e vitória na tentação.

Portanto, em seu sentido e objetivo primários, o “Pai Nosso” não é uma reza, mas um modelo de se construir uma oração. A prática da tradição cristã transformou o “Pai Nosso” numa reza, fazendo chegar até mesmo a ser uma “vã repetição”. O que Jesus ensinou foi a oração que reconhece o governo necessário de Deus em cada aspecto da vida e sociedade.

Na Bíblia há muitos exemplos de orações. Tais preces sempre se mostram ser uma fala do ser humano para com Deus. Uma conversa espontânea, diferente de um recital decorado. Alguns exemplos podem ser vistos nas orações de Davi (1Cr 29.11-13), Jonas (Jonas 2:1-10), Neemias (Neemias 2:4, etc), Ezequias (Isaías 38:1-5), o ladrão na cruz (Lucas 23:42), o fariseu e o publicano da parábola (Lucas 18:9-14), o Senhor Jesus Cristo (João 11:41-42; Lucas 23: 34; João 17), etc.

A oração é a chave na mão do crente para acessar o trono de Deus. É o meio de comunicação entre você e seu pai de amor. Você pode ser uma grande pessoa de oração. Reserve um tempo especial, num lugar separado, e converse com Deus, sobre suas mais diferentes alegrias e anseios. Ele te ouvirá. Você e Deus ficarão íntimos e você descobrirá em Jesus o seu melhor amigo!

Orai sem cessar!

CONHEÇA DEZ ALIMENTOS RICOS EM PROTEÍNAS QUE PODEM SUBSTITUIR A CARNE



Conheça 10 alimentos ricos em proteínas para substituir na dieta e emagrecer.

Para quem quer emagrecer ou até manter uma alimentação saudável, proteínas são essenciais. Mas não são só as carnes e derivados do leite que são ricos desta substância, sabia? Verduras, legumes e até alguns carboidratos têm níveis altíssimos de proteínas na composição e ajudam a emagrecer. Acompanhe a galeria e descubra outras 10 outras fontes de proteína!



1-Beterraba: Anote aí: seis unidades pequenas de beterraba correspondem a um filé de frango, comparando os níveis de proteína. De baixa caloria, ele ainda é rico em antioxidantes que beneficiam o funcionamento do fígado. 




2-Amendoim: Fonte de substâncias antioxidantes, o amendoim faz bem à saúde cardíaca e vascular por ser rico em gorduras saudáveis ao organismo. Além disso, pode parecer estranho, mas a pasta de amendoim, especificamente, é fonte de proteínas também. Contém cerca de 28 % em sua composição. 



3-Arroz integral: Quando o assunto é o arroz integral, cerca de 2,5% de proteínas estão em sua composição.  Ainda rico em fibras, ele é um carboidrato de absorção lenta, que ajuda a manter a saciedade e substâncias químicas que promovem o bem-estar, como a serotonina. 




4-Coco: Está surpreso? Assim como os outros alimentos citados acima, o coco tem cerca de 80 g de proteínas em oito porções que correspondem ao consumo semelhante a um filé de frango. Mas atenção: esses benefícios só são eficazes quando se come a fruta ou se toma o leite feito a partir dela. 




5-Missô: A sopa tipo Missô, servida comumente em restaurantes japoneses, é também uma boa fonte de proteínas. Feita a partir de grãos de soja fermentados, ela contém 12 % de proteínas. De quebra, ainda fornecem isoflavonoides, que combatem a hipertensão e mau colesterol. Bastam três porções para receber a mesma quantidade de proteínas que tem um filé de frango. 


6-Grão-de-bico: A quantidade de proteínas contida no grão de bico chega a 23 %. Porém, para o fornecimento de proteínas totais, ela precisa ser adicionada a outro componente como arroz integral, aveia, etc. É um alimento rico em sais minerais, vitaminas do complexo B, fibras, cálcio, ferro, magnésio, e está associado ao aumento da produção de serotonina no organismo 



7-Quinoa: Ele vem da região dos Andes e já foi até classificado como o grão mais saudável que existe pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Cada 100g de quinoa contêm 15g de proteínas. A quantidade pode variar um pouco, em razão da diversidade de sementes. Disponível no mercado em grãos e até em versões cozidas, é também excelente fonte de fibras. 


8-Ervilhas: Ervilhas possuem cerca de 5% de proteínas. Mas atenção: ela apenas é mantida no alimento fresco, congelado ou em conserva. As verdinhas também são ricas em vitaminas C e K e sais minerais. 





9-Aveia: Rica em proteínas, a aveia é uma das “queridinhas” de Pierre Dukan, médico que criou o método Dukan de emagrecimento e que conquistou uma série de celebridades.  Cada porção fornece 3% de proteínas completas ao corpo, seguindo as proporções diárias. A aveia, na forma de grãos ou farinha, é boa fonte de antioxidantes e de vitaminas do complexo B. 



10-Abacate: Vilão da dieta? Que nada. Estudos recentes dizem que o abacate é rico em proteínas e que tem substâncias que ainda ajudam a emagrecer. A quantidade contida na fruta é quase a mesma que contém no leite integral. Dá para acreditar? Cada unidade da fruta contém cerca de 2% de proteínas. Ele ainda é rico em fibras e combate à hipertensão e ao mau colesterol.



O CRISTÃO DEVE PRESENTAR COM OVOS DE PÁSCOA?



Em Filipenses 4:5 recebemos o seguinte conselho: “Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor.” Paulo diz que Jesus está voltando e que uma das maneiras de testemunharmos às outras pessoas sobre Ele é sendo moderado sem tudo o que fazemos. Por isso, acredito que esse versículo precisa ser levado em conta nesse tipo de resposta que pretendo dar no artigo.
Sabemos que os ovos de chocolate são usados para sustentar a máquina capitalista.  Todavia, não acredito que isso seja um bom argumento para proibirmos uma simples manifestação de apreço por um filho ou amigo. Afinal, o capitalismo também é sustentado com os computadores e roupas que compramos – e com uma infinidade de outros produtos dos quais fazemos uso. Portanto, deixamos de lado esse argumento.
Também há a questão do cuidado com nossa saúde, que não deve ser passada por alto. Nossa alimentação precisa ser saudável e precisamos nos esforçar para atingirmos essa meta, pois, através de nossa alimentação Deus é glorificado (1Co 10:31). Além disso, com um corpo e uma mente saudável podemos nos comunicar melhor com o Espírito Santo.
O ideal é que nenhum de nós coma qualquer tipo de doce, porém, nem todos têm a mesma facilidade para tomar tal decisão. Por isso, precisamos ter paciência com as pessoas que estão no processo de crescimento. Cada um deve decidir por si quando será o tempo ideal para não comer doce algum.
Alguns farão total abstinência, enquanto que outros usarão doces (incluindo chocolates) em pouca quantidade. Os dois grupos precisam ser respeitados. Afinal, o cristão tem que olhar para a sua própria vida e não para o prato dos outros.
Certo é que, depois de receber algumas manifestações sobre o assunto cheguei à conclusão de que faz menos mal dar um presentinho de páscoa do que encher a boca de críticas e despejar tudo nos outros…
Se Jesus Cristo for o primeiro em nossas vidas, aprenderemos a ser tolerantes com os demais e moderados em nossas opiniões. Encontraremos o equilíbrio necessário para vivermos o cristianismo sem desanimar os outros com atitudes extremistas que não levam a nada.
Desse modo, mesmo que o sacrifício de Cristo por nós deva ser lembrado todos os dias, não deixe a páscoa passar em branco. Poderá usar esse momento para falar ao coração das pessoas que o personagem central do período pascal é o Salvador. Esse é um momento do ano em que todos estão mais sensíveis (assim como no Natal) e não deveríamos perder a oportunidade.
Também não diga aos seus filhos que ganhar um ovinho de páscoa “é algo pagão”. Respeite a sensibilidade das crianças e ensine-as a viver com moderação em tudo aquilo que fazem, para que na fase adulta reflitam melhor o caráter de Deus.
E, não se esqueça de ensinar às crianças que a melhor maneira de celebrarmos a páscoa é participarmos da Santa Ceia (Jo 13; 1Co 11:17-34), como estabelecida pelo Senhor: com a presença do pão sem fermento (símbolo do corpo de Cristo sem pecado), do vinho sem álcool (símbolo do perfeito sangue de Cristo derramado na cruz) e do Lava-pés (símbolo de humildade e de reconhecimento do valor de nosso irmão na fé).
Fale a elas que, quando tiverem idade suficiente para compreenderem melhor o que Jesus fez por cada ser humano, poderão participar da Ceia, até o dia em que Jesus voltará para nos buscar e levar-nos para o lar eterno que Deus preparou para aqueles que O amam:
 “Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice, anunciais a morte do Senhor, até que ele venha.” (1Co 11:26)
(Leandro Quadros - Mestre em Teologia, Pós graduado em Jornalismo Científico e apresentador do programa "Na mira da Verdade, TV e Rádio Novo Tempo)

domingo, 20 de abril de 2014

COBRAS COM PERNAS?

Imagem meramente Ilustrativa
Segundo o jornal O Globo, “uma nova tecnologia de imagem de raios-X está ajudando os cientistas a entenderem melhor como, no curso da evolução, as cobras perderam suas pernas. Os pesquisadores esperam que os novos dados ajudem a resolver um debate acalorado sobre a origem das serpentes: se elas evoluíram a partir de um lagarto terrestre ou aquático”.
O que essa nova tecnologia pode revelar, afinal? As imagens detalhadas em 3D mostram que a arquitetura interna dos ossos da perna de uma cobra antiga se assemelha às pernas de um lagarto. Mas só existem três exemplares fossilizados de serpentes com os ossos da perna preservados. “Eupodophis descouensi, a antiga serpente estudada nesse experimento, foi descoberta há dez anos em rochas de 95 milhões de anos no Líbano [segundo a cronologia evolucionista]. Com cerca de 50 cm de comprimento total, ela apresenta uma pequena perna, de cerca de 2 cm de comprimento, ligada à pelve”, informa o jornal.
Para os cientistas evolucionistas, o fóssil representa um “estágio evolutivo intermediário” de quando as cobras supostamente ainda não tinham perdido completamente as pernas que teriam, em teoria, herdado dos lagartos.
É o mesmo de sempre: um fato e muita especulação. Fato: o fóssil revela que um tipo de cobra tinha patas. Especulação: isso seria um “resquício evolutivo” do tempo em que as cobras caminhavam. Levando-se em conta que foram encontrados registros antigos (como na cultura sumeriana) de serpente bípede conversando com um casal debaixo de uma árvore (já li sobre isso em outro Livro…), parece que certas “lendas” deveriam ser levadas mais a sério.
Certamente, esse achado fóssil poderia levar a outra interpretação se a cosmovisão adotada também fosse outra. De qualquer forma, é mais uma evidência de involução (“evolução negativa”), ou seja, não há como provar que um animal tenha desenvolvido patas ou qualquer outro órgão complexo a partir de um ancestral incontestável e mais simples. Isso porque a informação genética complexa e específica necessária para dar origem a novos órgãos funcionais simplesmente não pode surgir do nada. As cobras perderam informação, não ganharam. Se os darwinistas quiserem chamar a isso de “evolução”, sintam-se à vontade.

(Michelson Borges Ciências e Religião
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...